SFI CHIPS faz preparo especial para Jimny enfrentar o desafio do Rally dos Sertões

Edson Di Nole, bicampeão brasileiro de UTVs, vai disputar a maior competição do gênero no país sem equipe de apoio

Por Aline Ben da Costa/Comunicação 4×4 Fotos Divulgação e Vinicius Ferraz

 

 

Faltam poucos dias para a 26ª edição do Rally dos Sertões e os pilotos e navegadores que vão participar da maior competição do gênero no país intensificam os preparativos para os oito dias de evento. Nesta semana a SFI CHIPS trabalhou no carro do piloto Edson Di Nole, bicampeão brasileiro de UTVs e atual líder da Mitsubishi Cup na categoria ASX RS. No Rally dos Sertões, Di Nole vai competir na categoria Production T2 a bordo de um Jimny e participar da aventura sem equipe de apoio.

O Rally dos Sertões já é um desafio para os competidores que participam da prova acompanhados de equipes de apoio para fazer a manutenção dos veículos e cuidar do sono e da alimentação dos pilotos e navegadores. Participar da competição sem esse auxílio então, é uma aventura para poucos. Di Nole se prepara para o desafio ao lado do navegador Vilson Agudinho. “Vamos fazer um teste para a categoria ‘Self’ de carros, onde os competidores ficam responsáveis pela manutenção do veículo. Meu navegador é mecânico de Suzuki há 15 anos e um amante da marca”, ressalta Di Nole.

 

 

E para enfrentar uma aventura dessas a dupla fez uso com a preparação especial da SFI CHIPS. De acordo com o proprietário da empresa, Márcio Medina, foi criado um software customizado para o veículo durante o Rally dos Sertões, prevendo a falta de qualidade do combustível disponível em vários pontos onde a competição vai passar. “O trabalho ficou muito mais fácil, pois já conheço a forma de pilotagem do Di Nole. Já desenvolvemos projetos para UTV juntos e assim eu tive uma ótima noção de cada ponto que poderia alterar e o que deveria ser feito para complementar a condução do Jimny”, comenta Medina.

Outro ponto que recebeu atenção da SFI CHIPS foi a curva de toque que foi totalmente retrabalhada para garantir um desempenho superior. “Me senti plenamente satisfeito com o resultado. Mesmo com as limitações impostas por um propulsor de aspiração natural e de baixa cilindrada, conseguimos atingir todas as exigências do piloto”, ressalta o especialista em reprogramação.

 

Edson Di Nole vai correr com um Jimny preparado

 

Segundo Medina, o Rally dos Sertões é uma competição conhecida por testar os limites de pilotos, navegadores e máquinas. “São vários os desafios: alta temperatura, terrenos irregulares que fadigam todo o conjunto motriz, combustível de má qualidade durante o percurso, entre outros. E são nessas situações adversas que a SFI CHIPS monta seu laboratório, extraindo o máximo dos propulsores sem comprometer a longevidade do equipamento. Provas de endurance são sempre a nossa preferência, pois separam uma preparação plena e bem arquitetada daquelas que só visam ganho em potência e quebram nas primeiras especiais”, explica.

Enquanto corre atrás dos últimos preparativos para o Rally dos Sertões, Di Nole já ficou mais tranquilo com a preparação do carro já à disposição do competidor. “Quando peguei o carro fui direto para a SFI CHIPS e eles fizeram a reprogramação. Ficou muito bom, um carro rápido e bem linear de rotação, gostei muito. O Jimny melhorou demais em todos os quesitos. Foi a melhor coisa que eu fiz nesse período de preparação para realizar um sonho de piloto participando do segundo maior rally do mundo”, conta Di Nole.

A SFI CHIPS vai estar representada no 26º Rally dos Sertões, entre os dias 18 e 25 de agosto, com diversas duplas de competidores tanto nas categorias de Velocidade como de Regularidade. A marca já é nove vezes campeã da competição através dos pilotos e navegadores apoiados pela empresa.